Doações de lenços resgatam autoestima de pacientes com câncer na Capital

Por Jean 30/04/2019 - 13:41 hs


o Fort Atacadista realizou a entrega de lenços para pacientes do Hospital de Câncer Alfredo Abrão, com o objetivo de resgatar a autoestima e levar solidariedade até elas. A coleta contou com apoio da Rede Feminina de Combate ao Câncer e fez parte de uma série de ações de prevenção e conscientização quanto à importância do diagnóstico precoce do câncer. 

A arrecadação dos lenços começou a ser realizada pelas unidades do Fort na Capital em 8 de abril, Dia Mundial de Combate ao Câncer. Segundo dados do Inca (Instituto Nacional do Câncer) entre 2018 e 2019, ainda devem surgir mais 285.402 novos casos de câncer no Brasil em mulheres. "O diagnóstico precoce salva a vida de muitas pessoas e por isso promovemos e apoiamos ações que possam alertar as mulheres ou mesmo trazer um pouco mais de conforto para aquelas que já estão em tratamento", diz Rafaellen Duarte, coordenadora de marketing regional MS do Fort Atacadista. 

Para o presidente da Rede, Magda Braz Alves, ações como essas são positivas e levam otimismo para as pacientes. "O resultado dessa parceria é muito gratificante para nós. O lenço ajuda a resgatar a autoestima e a feminilidade da mulher, tendo em vista que muitas delas perdem completamente os cabelos após as sessões de quimioterapia. Estamos muito gratas a todos os envolvidos nessa atividade", declara. 

A Rede Feminina de Combate ao Câncer de Campo Grande integra a Fundação Carmem Prudente de MS e possui um corpo de voluntárias engajadas no auxílio aos pacientes do Hospital de Câncer de Campo Grande - Alfredo Abrão. Sediada dentro das instalações do hospital, realiza diversas atividades voltadas aos pacientes, fornecendo cestas básicas, perucas, lenços, sutiãs com próteses, kits de higiene e outros itens necessários aos mais carentes. 

Aos pacientes vindos do interior, a Rede também faz o suporte, por meio da Casa de Apoio, com 32 leitos e média de 1.400 diárias por ano. Além da estadia, são fornecidos aos pacientes alimentação e transporte durante o período do tratamento. Os interessados em fazer doações ou ajudar de alguma forma, podem entrar em contato com a entidade por meio do telefone (67) 3324-7676.

Sato